Alice no País das Maravilhas
Processo criativo

Publicado a

A All About dance é uma academia de dança de Santa Maria da Feira com uma oferta multidisciplinar dirigida sobretudo ao público infanto-juvenil. A academia fundada em 1999 pela Patrícia Píres e pelo Vitor Fontes conta atualmente com mais de 400 alunos inscritos. Todos os anos a academia promove um espetáculo de Natal e este ano a produção foi dedicada a uma adaptação de Alice no País das Maravilhas, uma das obras mais conhecidas de Lewis Carroll.

Briefing

A All About Dance encomendou à oraviva a criação da identidade visual do evento englobando o design de todos os materiais de promoção, a criação de merchandising e o design de um stand de vendas. O desafio passava por criar a imagem do evento respeitando simultaneamente o alfabeto visual da All About Dance e o universo visual fantástico de Alice, tão presente na memória do público.

Pesquisa

Antes de avançarmos com qualquer proposta criativa, desenvolvemos uma pesquisa visual exaustiva pelas inúmeras adaptações da obra, desde as ilustrações de John Tenniel presentes no livro original de 1865, passando pela versão de animação da Disney de 1951, até à mais recente adaptação de Tim Burton.

No entanto, o nosso objetivo passava por marcar um certo distanciamento das representações visuais mais conhecidas do grande público e elaborar uma proposta original e exclusiva para a All About Dance. Nesse sentido, o ambiente visual dos baralhos de cartas pareceu-nos desde logo um ponto de conexão feliz entre a identidade visual da Academia e o universo visual da obra.

As cartas são um elemento indissociável da história de Alice, basta recordarmos a Rainha Vermelha e o seu exército. O alfabeto visual de um baralho de cartas típico é marcado pelas cores, pela representação estilizada das figuras, pelos símbolos de cada naipe e pelo recurso a elementos decorativos complexos nos desenhos das figuras.

Proposta criativa

Para comunicar o ambiente fantástico que o tema pedia e suscitar o interesse e a curiosidade do público, composto essencialmente por amigos e familiares dos alunos, optámos por recorrer ás personagens mais carismáticas do conto: a Alice, o gato, o coelho, os gémeos, a rainha vermelha, a lebre e o chapeleiro.
Tendo o ambiente visual das cartas como ponto de partida, avançámos para a criação das ilustrações através da composição e sobreposição de formas geométricas elementares.

As interseções entre as formas geométricas que foram surgindo no decorrer do processo deram origem a uma trama complexa de linhas e manchas que foram posteriormente complementadas por um conjunto de padrões criando zonas de maior e menor tensão visual nos desenhos.

A par da criação das ilustrações fomos ensaiando soluções tipográficas para o título. Procurávamos uma tipografia que reflectisse o ambiente fantástico e misterioso da história e que fosse capaz de se misturar harmoniosamente com os desenhos. Depois de ensaiarmos várias hipóteses, optámos pelo tipo "Erotica capitals" desenhado pelo type designer argentino Maximiliano Sproviero.

As linhas finas e sinuosas das letras, particularmente dos caracteres alternativos, permitiram-nos compor o título em perfeita sintonia com as ilustrações. As linhas das letras e dos desenhos contribuem para harmonizar a composição estabelecendo uma ponte visual entre o os dois elementos.

Materiais

A fase de divulgação foi marcada pelas imagens das personagens, usadas em cartazes, flyers, newsletter e redes sociais. Pretendíamos gerar expectativa em torno do espetáculo apelando à memória e ao conhecimento que o público teria da história e das personagens.

"We've seen some outstanding uses of color in branding over the years and this project from Portuguese agency oraviva! designers incorporates Alice in Wonderland and custom playing card designs into one beautiful branding output".
in creative bloq

Para a comunicação no local e nos dias do evento foi criado um stand de vendas, merchandising e programas de sala. No âmbito do merchandising foram criados pins e t-shirts. Os pins utilizam os padrões desenvolvidos inicialmente e funcionam através de um diálogo gráfico entre a embalagem e o pin propriamente dito, resultando num maior impacto visual do produto no ponto de venda.

As t-shirts, criadas exclusivamente para os mais pequenos, utilizam a ilustração do gato em 2 cores, preto e vermelho. A embalagem complementa o produto transformando-o num excelente presente para o Natal.

O stand tinha um orçamento muito reduzido e como tal exigiu da nossa parte uma gestão de recursos cuidada e uma boa capacidade de improvisação. Juntando 2 mesas de cozinha do Ikea, alguns metros de tela branca, 4 ganchos, vinil autocolante e meia dúzia de cabides, conseguimos montar o stand pela módica quantia de 80€. A estrutura acabou por despertar o interesse e a curiosidade do público tendo sido registado o melhor número de vendas de merchandising de sempre para a All About Dance.

Ao colocarmos as folhas de sala no topo de cada uma das cadeiras vermelhas do grande auditório do Europarque, estendemos o espaço cénico à plateia contribuindo para um maior envolvimento do público com o espetáculo.

ver projeto

Interessado?

Envie-nos uma mensagem


Interessado?

Envie-nos uma mensagem